quarta-feira, 15 de setembro de 2010

15 DE SETEMBRO - DIA DO CLIENTE

Poucos sabem, mas desde 2003, o cliente tem uma data especial reservada no calendário. A partir daí, o dia 15 de setembro foi instituído “Dia do Cliente”. A idéia foi implantada inicialmente no Rio Grande do Sul e se estendeu aos demais estados brasileiros, com a proposta de homenagear os clientes de todo o País, e de aprimorar as relações comerciais. A pergunta é: será que os clientes estão satisfeitos com a atuação e o atendimento oferecido pelas empresas? Eles estão sendo ouvidos pelas organizações? É notório que muitas empresas estão investindo no relacionamento com o cliente, mas será que o suficiente? Um estudo realizado pela Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente (Abrarec) em parceria com a E-consulting, especializada em consultoria estratégica revelou o grande potencial de geração de empregos do setor de relacionamento com o cliente, que hoje contrata mais do que a indústria automobilística. Em 2006, o segmento cresceu 20%, movimentou cerca de R$ 5.8 bilhões e empregou um milhão de pessoas. De acordo com Roberto Meir, presidente da Abrarec e especialista internacional das relações com o cliente, mesmo com os avanços tecnológicos e profissionais empenhados em atender bem o cliente, as empresas brasileiras ainda precisam melhorar muito quando o assunto é relacionamento com o cliente. “Além disso, as organizações precisam estar estruturadas para manter o contato direto com seus clientes, a fim de identificar gostos, preferências e ouvir também sugestões e reclamações”, diz. Meir defende ainda que o dia 15 de setembro deve ser comemorado todos os dias. Ou seja, todo dia é do cliente. “O cliente não pode ser apenas rei no discurso. Ele precisa atuar nesse “reinado” todos os dias, quando consome produtos ou entra em contato com a empresa, seja por meio de uma central de atendimento ou diretamente com um vendedor. Conquistar o cliente envolve dedicação diária, pois ele deseja ser ouvido e atendido de forma eficaz”, afirma Meir. Num mercado extremamente competitivo, de demandas fragmentadas e consumidores exigentes, uma das saídas para se diferenciar da concorrência é entender profundamente o cliente e oferecer produtos e serviços de qualidade que atendam às suas necessidades. “As organizações que reconhecerem isso, colherão bons resultados diante do desafio de fidelizar e conquistar seus clientes. Pois, quem define o mercado não é a empresa e sim o cliente”, finaliza Meir.

O HJ NOTÍCIAS esteve no Restaurante Natureza Pura, localizado na rua Pedro I, no Centro de Fortaleza. Conversamos com Aluisio, representante o restaurante e com o cliente Dr. Erivando, advogado, que há muito tempo é cliente do Natureza Pura. Confira:
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1º DIA DE AULA DO IAN, NO INFANTIL 5 (C7S)