sexta-feira, 30 de setembro de 2011

MURO DA UFC ESTÁ MAIS BONITO EM HOMENAGEM AO MUSEU DE ARTE DA UFC (MAUC)

As cores estão nos 500 metros do muro da Universidade Federal do Ceará (UFC) na avenida Mr. Hull. Grafiteiros de Fortaleza e Região Metropolitana se encontraram para expressão da sua arte e homenagem aos 50 anos do Museu de Arte da UFC (Mauc).
Agora é possível vislumbrar cores fortes no cenário antes cinzento na Av. Mister Hull. Colorações que vieram das mãos, latas e técnicas de mais de 70 artistas de Fortaleza e Região Metropolitana, que se encontraram durante três dias para a realização do Mega Mural de Grafite.
O projeto é uma parceria entre a UFC, através do Mauc e da comunidade de grafites.
MAUC
O Mauc está aberto de segunda à sexta, das 8 às 12 e das 14 às 18 horas. O museu Foi criado em 25 de junho de 1961 pelo reitor Antônio Martins Filho. Localiza-se na Avenida da Universidade, 2.854, Benfica.
Entre tantos muros acinzentados e pichados na cidade, o grafite se coloca como arte que colore os espaços. A parceria entre a Universidade, que entrou com o espaço e as tintas, e os grafiteiros resultou em cor.
O HJ NOTÍCIAS foi conferir de perto o trabalho dos artistas e conversou com o artista Tiago Siqueira (Keller).

Confira alguns momentos Mister Hull:

Keller conversa com nossa reportagem.


Um pouco do lindo trabalho dos grafiteiros:


 
Os jovens Silvestre e Raquel fala sobre os grafites:

DIA NACIOAL DO JORNALEIRO

Ao que tudo indica, os jornaleiros já contam com 150 anos de história na vida do país. Tudo teria começado com negros escravos que saíam pelas ruas gritando as principais manchetes estampadas nas primeiras páginas do jornal A Atualidade (primeiro jornal a ser vendido avulso, no ano de 1858).
Coube aos imigrantes italianos, chegados ao Brasil no século 19, a expansão da atividade, paralela ao desenvolvimento da imprensa no País. Na época, os "gazeteiros", como eram chamados, não tinham ponto fixo, perambulando pela cidade com as pilhas de jornais amarradas por uma fita de couro, que carregavam no ombro.
Dia do Jornaleiro
Foi um dos imigrantes italianos, Carmine Labanca, quem primeiro montou um ponto fixo, na cidade do Rio de Janeiro – razão para muitos associarem o nome dos pontos-de-venda ("banca") ao sobrenome do fundador. A curiosidade fica por conta do modo como essas primeiras bancas eram montadas, sobre caixotes de madeira, com uma tábua em cima, onde eram acomodados os jornais para serem vendidos.
Dia do Jornaleiro
Com o tempo, os caixotes evoluíram para bancas de madeira, que começaram a surgir em torno de 1910 e continuaram a habitar o cenário carioca, até mais ou menos a década de 50, quando foram sendo paulatinamente substituídas pelas bancas de metal – o que perdura até hoje.
Dia do Jornaleiro
A regulamentação das bancas veio com o então prefeito da cidade de São Paulo, Jânio Quadros, em 1954, por conta do paisagismo da cidade: entendeu o prefeito que as bancas de madeira não combinavam com o aspecto progressista da cidade. Por isso, ele passou a conceder licenças para novos modelos, o que veio a gerar um grande avanço na organização do espaço.
Dia do Jornaleiro
Atualmente, as bancas estão modernas: ar refrigerado, piso em mármore e inúmeros outros recursos, para favorecer o bem-estar dos consumidores.
Curiosidades:
Dia do Jornaleiro
A palavra "gazeteiro", que também significa o aluno que costuma "gazetear" as aulas (faltar, sem que os pais soubessem), tem sua origem no jornaleiro, que era chamado de "gazeteiro". É porque a criançada preferia ficar nas bancas, olhando os jornais e revistas, ao invés de ir para o colégio.
"Gazetta" era o nome da moeda em Veneza, no século XVI. Foi essa palavra que deu origem ao Gazetta Veneta, jornal que circulava na cidade de Veneza no século XVII. Com o tempo, "Gazeta" virou sinônimo de periódico de notícias.
O nome "jornal", que veio a nomear, depois, o "jornaleiro", tem sua origem na palavra latina "diurnális", que se refere a "dia", "diário" – o que significaria o relato de um dia de atividades.
Dia do Jornaleiro
Em 1876, o ajudante de impressor francês, Bernard Gregoire, saiu pelas ruas de São Paulo, a cavalo, oferecendo exemplares do jornal A Província de São Paulo. Mais tarde, o mesmo jornal tornar-se-ia O Estado de São Paulo, familiarmente conhecido como "O Estadão".
Dia do Jornaleiro
(Informações e imagens retiradas da Revista do jornaleiro, na sua edição de outubro de 2004)
Fonte: www.estacio.br

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

PROFESSORES ENTRAM EM CONFRONTO COM A POLÍCIA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Professores da rede estadual de ensino e policiais do Batalhão de Choque entraram em confronto na manhã desta quinta-feira (29 de setembro) na Assembleia Legislativa, em Fortaleza. Os professores tentaram entrar na Casa quando foram impedidos pelos policiais quando houve muito empurra-empurra e alguns professores ficaram feridos.
Os professores, em greve há 54 dias e com alguns fazendo greve de fome na Casa, dizem que a agressão partiu da Polícia, enquanto os policiais dizem que os ferimentos foram provocados por objetos arremessados.
Alunos de escolas públicas chegaram à Assembleia para se juntar à manifestação dos professores, com instrumentos musicais. Professores distribuíram sanduíches e refrigerantes para os manifestantes.

Confira o momento do confronto:

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

BRASIL VENCE ARGENTINA E CONQUISTA SUPERCLÁSSICO DAS AMÉRICAS

Diferente dos últimos jogos, o Brasil mostrou um futebol mais dinâmico no estádio Mangueirão, em Belém, e venceu a Argentina, por 2 x 0, pelo segundo jogo do Superclássico das Américas.

GOLS NO SEGUNDO TEMPOMostrando muito mais disposição do que na etapa inicial, a Seleção Brasileira retornou para o último tempo do confronto com muito mais dinâmica. Apoiado pelo excelente desempenho do lateral-esquerdo do Botafogo, Cortês, o time de Mano Menezes conseguiu abrir o placar antes dos dez minutos.
Logo aos oito minutos, Lucas tirou o zero do marcador. Após uma linda troca de passes entre Cortês, Borges e Danilo, o lateral santista deu um lindo lançamento para o são-paulino, que correu mais de 50 metros até chegar na frente de Orion e tocar no cantinho do arqueiro argentino.
Com o placar aberto, o Brasil ficou mais à vontade em campo e ampliou aos 30. Em mais uma boa jogada, o Cortês partiu com velocidade e rolou para Diego Souza. O vascaíno achou Neymar já na linha da pequena área, que só teve o trabalho de empurrar para o gol, fazendo a festa em Belém dando números finais a partida.

SHOW DA TORCIDA
Antes da partida quando o Hino Nacional Brasileiro começou a tocar, a torcida de Belém cantou o Hino até o final, com muito entusiasmo, chegando até a emocionar os atletas que estavam em campo. Parabéns ao povo de Belém! 

Confira o lindo gol de Lucas:

Gol de Neymar, segundo do Brasil:

Show da torcida cantando o Hino Brasileiro:

LIVRARIA SMILE - LIVROS TÉCNICOS AGORA TAMBÉM NA UNIFOR

A Livraria Smile - Livros Técnicos inaugurou mais uma loja. Desta vez, a instituição a desfrutar de uma das melhores livrarias do Nordeste foi a Universidade de Fortaleza (UNIFOR). A inauguração aconteceu nesta quarta-feira (28 de setembro), às 14h. Agora alunos e professores da Unifor poderão adquirir inúmeras publicações das mais diversas disciplinas. E como promoção de inauguração, a Smile está dando 20% de desconto em todos os seus produtos até o dia 28 de novembro.
Smile já faz sucesso no Shopping Benfica, no Colégio 7 de Setembro (Centro e Aldeota), Faculdade 7 de Setembro (FA7) e no Colégio Batista. Com certeza, agora na Unifor, será um começo de grande sucesso. Parabéns ao prof. Clayton e todos que fazem a Smile, que também é Distribuidora e Editora!

Confira alguns momentos da inauguração:
Prof. Clayton, proprietário.


Alunas da Unifor.

Senhor Gabriel, muita experiência em livraria.

Valmir Castro, o artista Neopineo.

Senhor Gabriel elogia Smile e o gerente Aderwal fala aos presentes.

DIA DA LEI DO VENTRE LIVRE

Hoje, 28 de setembro, comemora-se o Dia da Lei do Ventre Livre.
Em 1871, o Visconde do Rio Branco é convidado a formar um novo gabinete. Ele escreve várias cartas aos políticos do Partido Conservador, conclamando-os a fazerem parte de seu gabinete sob a intenção de aprovarem quatro reformas prioritárias: o sistema eleitoral, a administração da justiça, aguarda nacional e o elemento servil. Estas quatro questões compõem o contexto político social em que se encontrava o Brasil. Dentro do projeto que abordava a questão escravista, foi criada a Lei Rio Branco, mais conhecida como Lei do Ventre Livre; ela estabelecia a liberdade para os filhos de escravas nascidos depois desta data. Os senhores passaram a enfrentar o problema do progressivo envelhecimento da população escrava, que não poderia mais ser renovada. Apesar de persistir, a escravidão perdia forças. Existem três correntes históricas que analisaram o contexto que antecedeu à Lei do Ventre Livre. A primeira é a corrente britânica, a qual vê na lei uma imposição da Inglaterra; a Segunda analisa a lei como um instrumento que permitiu a continuidade da existência dos escravos – adiando-se assim o problema de mão - de obra e finalmente a terceira corrente que atribuiu a lei à uma iniciativa de D. Pedro II.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

FORTALEZA É ABSOLVIDO DA ACUSAÇÃO DE MANIPULAÇÃO DE RESULTADO

Bala, multado em R$ 10 mil
Julgamento absolve Fortaleza x CRB da acusação de manipulação de resultado
Após quase cinco horas, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) absolveu, por unanimidade, nesta terça-feira (27), o Fortaleza da acusação de manipulação de resultado na partida contra o CRB, pela Série C. O clube foi multado em R$ 25 mil.
No julgamento, o pedido de anulação do jogo por parte do Campinense foi rejeitado pelos cinco auditores. A decisão desta terça-feira ainda cabe recurso.
Pelo atraso provocado no intervalo da partida, o Fortaleza pagará multa de 20 mil reais. O CRB também pagará multa de 20 mil reais. O árbitro Gutemberg de Paula Fonseca foi absolvido. O goleiro Cristiano, do CRB, foi suspenso por dois jogos pela expulsão contra o Fortaleza. Maisena, também do time alagoano, foi absolvido.
O maior prejudicado no julgamento foi o atacante Carlinhos Bala. O jogador foi multado em R$ 10 mil e suspensão de seis partidas.

RACHA DA AMIZADE (WHITES GOLEIAM WINES)

Rosalvo fez o gol de honra dos Wines
O primeiro tempo, apesar dos brancos perderem várias oportunidades de gol, terminou com o placar de 1 x 0 para os brancos. No segundo tempo os vinhos cresceram no jogo e pressionaram bastante e, depois de estarem perdendo por 3 x 0, fizeram um gol através do Rosalvo, mas os brancos em rápidos contra ataques definiram o placar em 5 x 1. O Brandão depois de um longo jejum voltou a marcar.
Registramos o retorno do Márcio Torres após uma longa ausência, mas plenamente justificada.
FICHA TÉCNICA
WHITES 5 X 1 WINES
WHITES: Márcio, Tarcísio (Márcio Torres), Beto, Leimar, Lucas, Prego (Igor), Dudé (Felipe Alves), Bibi, Jean (Brandão), Brandão (Rafael), Felipe e Brasileiro.
Gols: Jean (1), Brandão (1), Felipe Brasileiro (2), Rafael (1)
WINES: Kaik, Brasileiro, Souza (Diego), Rafael, Preguim (Matheus), Abner, Rosalvo, Fernando, (Yvanzinho), Yvanzinho (Paulão/Rafael Preguim), Wellington, Marquinhos e Gleidson.
Gols: Rosalvo (1)
Cartão Amarelo: Gleidson

PV GANHA LIVRO SOBRE SEUS 70 ANOS DE HISTÓRIA

Em solenidade na noite desta segunda-feira, 26 de setembro, no estádio Presidente Vargas, foi lançado o livro PV: Biografia de uma Paixão - Corpo, Alma e Coração do Estádio Presidente Vargas. O “velho” PV chega aos 70 anos e tem a sua memória retratada em 180 páginas, numa publicação da Fundação Demócrito Rocha e Prefeitura de Fortaleza.
O evento contou com a presença de jornalistas, pesquisadores, memorialistas e ex-jogadores, além da presidente do Grupo de Comunicação O Povo, Luciana Dummar, da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, do senador Inácio Arruda, do deputado federal Artur Bruno, do vereador Leonelzinho, várias outras autoridades e muitos convidados.
A publicação é dividida em três capítulos. No primeiro, denominado de Corpo, são revelados detalhes da estrutura física do estádio, desde a inauguração até a recente modernização. No capítulo Alma são resgatadas as histórias que fazem parte da memória do PV. Por último, a publicação traz o capítulo Coração, com ênfase para o futebol. Nele, são descritas passagens de grandes craques do futebol cearense e brasileiro no PV.
Também foi inaugurada a exposição “Corpo, Alma e Coração do Estádio Presidente Vargas”, que conta com curadoria de André Scarlazzari.


Confira vários momentos da festa.

Prefeita Luzianne Lins conversa com HJ Notícias:

Senador Inácio Arruda:

Grande volante Edmar:

Jornalista Tom Barros:

Ex-jogador e árbitro Vila Nova:

Jornalista Alan Neto:

Vereador Leonelzinho:

Um pouco da fala de Luciana Dummar, presidente do grupo O Povo:

Ex-atletas que fizeram sucesso no PV, e um panorama da linda festa:

Um pouco da fala da prefeita Lucianne Lins:

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

3º DIA DO ROCK IN RIO

O 3º dia do Rock in Rio foi marcado pela cor preta nas roupas das pessoas, pois no domingo (25 de setembro) foi o dia dos metaleiros. Confira:

DIA NACIONAL DO SURDO

A Comunidade Surda Brasileira comemora em 26 de setembro, o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas as lutas históricas por melhores condições de vida, trabalho, educação, saúde, dignidade e cidadania.
A Federação Mundial dos Surdos já celebra o Dia do Surdo internacionalmente a cada 30 de setembro. No Brasil, o dia 26 de setembro é celebrado devido ao fato desta data lembrar a inauguração da primeira escola para Surdos no país em 1857, com o nome de Instituto Nacional de Surdos Mudos do Rio de Janeiro, atual INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos).

domingo, 25 de setembro de 2011

FESTA PARA O BOLA CHEIA JOÃO GABRIEL

Os familiares e amigos do Bola Cheia do Fantástico de Agosto, João Gabriel, se reuniram neste sábado (24 de setembro) para comemorar o grande feito do craque, no Codomínio Vilage das Palmeiras, em Caucaia.
O grande mentor da festa foi o pai de João Gabriel, Fernando. O pai do craque, com o objetivo de agradecer e homenagear a todos que direta ou indiretamente ajudaram ao João Gabriel, com 50% dos votos, a conquistar o título de Bola Cheia. Fernando conseguiu reunir várias pessoas ligadas ao Tricolor de Aço, clube que João Gabriel torce e joga pela categoria Sub-13. Prestigiaram a festa: Jones Cavalcante, Carlos Fred, Aldemir de Melo (Dir. de Marketing do Fortaleza), Ramon Paixão e Luciano (Jornal Escanteio), Olavo (Presidente do MITT), Jilseph, familiares e muitos amigos.
HOMENAGENS
O cerimonial das homenagens foi muito bem conduzido por Ivina, que trabalha nas categorias de base do Fortaleza. Muitas pessoas foram homenageadas e receberam um lindo troféu, idealizado por Fernando. A festa foi regada com churrasco, feijoada, refrigerante, bolo e claro, cervejinha gelada.
O HJ NOTÍCIAS parabeniza ao João Gabriel, pela conquista e ao Fernando pela linda festa proporcionada!

Confira vários momentos da linda festa.

Fernando, pai de João Gabriel, entrega o troféu ao Bola Cheia João Gabriel:


Senhora Iramárcia, mãe de João Gabriel:

Tio Castro:

Homenagem ao saudoso Marcinho de Castro, avô de João Gabriel:

Jones Cavalcante, Ramon Paixão, Luciano, Jilseph e Carlos Fred:

Avó de João Gabriel, dona Iracir:

Vó Amelita e Tia Juelita:

Técnico Marquinhos:

João Gabriel homenageia seu pai Fernando:

Dona Derci:

Lateral Felipe, se emociona ao falar do pai, que não pôde comparecer:

2º DIA DO ROCK IN RIO 2011

Começou de forma rasgante a apresentação do Stone Sour na noite deste sábado na Cidade do Rock, no segundo dia de apresentações do Rock in Rio 2011. Usando e abusando dos palavrões, o vocalista Corey Taylor provocava constantemente o público e pedia para todos pularem. E a resposta da plateia foi mais que positiva.
O baterista Roy Mayorga não pôde tocar no Rock in Rio devido ao nascimento da sua primeira filha. Em seu lugar, um nome de peso: Mike Portnoy, ex-baterista do Dream Theater. De acordo com Corey, foram apenas dois dias de ensaio.
Mesmo assim a banda não fez feio. A primeira música, "Digital (Did you tell)" e "Orchids", também fizeram o público pular de forma incansável, sempre embalado pelos palavrões de Taylor e o grito de "Rock in Rio".

Red Hot presta homenagem ao filho de Cissa Guimarães

A banda californiana Red Hot Chili Peppers atendeu ao pedido da atriz Cissa Guimarães e usou uma camisa com o rosto de Rafael Mascarenhas ao final da apresentação no Rock in Rio nesta madrugada.
Rafael era músico e fã do grupo. Ele tinha até uma banda cover do Red Hot chamada Os pepperoni. O jovem morreu em um acidente no Túnel Acústico, na Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro, no ano passado. Se estivesse vivo, o filho caçula de Cissa completaria 20 anos neste sábado.

Confira a homenagem a Rafael, (créditos do Globo News):

sábado, 24 de setembro de 2011

1º DIA DO ROCK IN RIO 2011

O primeiro dia do Rock in Rio 2011 na Zona Oeste da capital fluminense, nesta sexta-feira, foi marcado pelo pop. Muito mais do que pelo rock, que só teve mesmo na abertura com os Paralamas do Sucesso e Titãs. As bandas brasileiras colocaram o público para pular logo nos primeiros minutos de festival, matando a sede de cerca de 100 mil pessoas que aguardavam a volta do evento após dez anos. Em seguida veio Claudia Leitte, que apesar de fazer um show animado, foi muito criticada por muito dos presentes na Cidade do Rock e nas mídias sociais.
Já a americana Katy Perry fez um show para lá de elogiado e com muitos momentos marcantes. Elton John, por sua vez, levou os fãs de volta ao passado com grandes sucessos, e mostrou muita energia, apesar dos seus 64 anos. Rihanna entrou no palco atrasada depois, às 2h30 de sábado, fazendo uma apresentação abaixo da crítica.

Confira um puco do show de Cláudia Leite:

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

GREVE DOS PROFESSORES (TODOS PERDEM)

Os professores estaduais, em greve há quase 50 dias, decidiram dar continuidade à paralisação, durante assembleia realizada na manhã desta sexta-feira, 23, no ginásio Aécio de Borba.
TODOS PERDEM
A luta é antiga e nunca houve vencedor. O governo pensa que está ganhando, querendo votos fáceis em futuras eleições. O professor acha que ganha pouco (e ganha), negligencia na sua missão: ensinar. Claro que existem exceções. E por último, o aluno adora "gazear" aulas.
Na verdade, todos perdem: o aluno deixa de adquirir o aprendizado básico; o professor vai ter que repor as aulas em piores momentos, e o Estado não produz pensadores, tecnologias..., pois tudo começa no ensino básico, até antes: no infantil.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

BANDA MODUS VIVENDI BEM QUE MERECIA ESTÁ NO ROCK IN RIO

Confira a música SELVA MERETRIZ da Banda MODUS VIVENDI,  liderada pelo músico Carlos Brandão e veja que a banda bem que merecia está no Rock in Rio, pela letra e som de suas músicas.
Para conferir outras músicas da Modus Vivendi é só acessar o youtube.


Montagem do clip de divulgação do show com a música Selva Meretriz, feita pelo HJ NOTÍCIAS:

ROCK IN RIO

Começa nesta sexta-feira (23 de setembro) o maior Show de Rock do Planeta:
A edição 2011 do Rock In Rio, de volta ao Rio de Janeiro após dez anos, terá cada dia destinado a um estilo. De Elton John a Katy Perry e Rihanna, passando por Red Hot Chili Peppers, Shakira, Coldplay, Guns N' Roses, Metallica e Slipknot. Entre os artistas brasileiros figuram nomes como Ivete Sangalo, Marcelo D2, Jota Quest, Claudia Leitte, Skank, Pitty e NX Zero. São esperadas cem mil pessoas por dia.

DIA MUNDIAL SEM CARRO

Foto do álbum de Guilherme Sampaio
Hoje, é o Dia Mundial sem Carro.
Dia Mundial sem Carro é um movimento que começou em algumas cidades da Europa nos últimos anos do século 20, e desde então vem se espalhando pelo mundo, ganhando a cada edição mais adesões nos cinco continentes. Trata-se de um manifesto/reflexão sobre os gigantescos problemas causados pelo uso intenso de automóveis como forma de deslocamento, sobretudo nos grandes centros urbanos, e um convite ao uso de meios de transporte sustentáveis - entre os quais se destaca a bicicleta.
Em Fortaleza acontecerão diversas movimentações para comemorar a data e, uma delas, liderada pelo vereador Guilherme Sampaio, acontecerá em frente a Praça da Imprensa onde as pessoas irão de bike rumo à Câmara Municipal.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

DILMA, PRIMEIRA MULHER A DISCURSAR NA ABERTURA DA ASSEMBLEIA-GERAL DA ONU

Primeira mulher a discursar na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), a presidente Dilma Rousseff lembrou hoje o fato e se disse orgulhosa. "É a voz da democracia e da igualdade se ampliando nessa tribuna, que tem compromisso de ser a mais representativa do mundo." E destacou: "Vivo este momento histórico com orgulho de mulher. Tenho certeza que este será o século da mulher."
Confira o discurso completo da nossa Presidente:

DIA DO FAZENDEIRO

Na Roma antiga, os grandes domínios privados de terras, os latifúndios, pertenciam somente à aristocracia. Esses nobres eram chamados de latifundiários. Hoje, essa denominação é dada ao dono da grande propriedade rural, onde a quase a totalidade das terras não são cultivadas e é explorada com técnicas de baixa produtividade.
Através dos séculos passamos para o conceito de fazenda, que é uma grande propriedade rural, de lavoura ou de criação de gado, com alta produtividade. Assim temos a definição de fazendeiro à pessoa que possui ou cultiva fazendas. No Brasil colônia as fazendas eram muito grandes.
Os "senhores", que eram chamados os fazendeiros, e suas famílias viviam na casa-grande ou sede. Em geral, eram muito ricos e ocupavam cargos públicos, como juízes de paz, oficiais da Guarda Nacional, deputados, governadores municipais e provinciais.
A ânsia pelas riquezas fazia com que os casamentos fossem cada vez mais freqüentes entre essas famílias. De modo que as propriedades não eram divididas. Outro desejo comum era obter um título de nobreza. Para alcançar esse objetivo, eles prestavam serviço ou trocavam favores como o Imperador, ou compravam o título.
A maioria dos grandes fazendeiros tornava-se barão. Os barões do café, do cacau e outros, valorizavam hábitos e comportamentos que consideravam adequados à nobreza. Eram hospitaleiros com os conhecidos, protegiam os afilhados, financiavam obras culturais e beneficentes, viajavam muito e mandavam os filhos à Europa para estudar.
Tudo mudou para os fazendeiros brasileiros com a abolição dos escravos e a chegada dos imigrantes. Aos poucos foram empobrecendo e a nobreza estava apenas no título comprado. A maioria adaptou-se aos novos tempos, que a república exigia, e novas gerações de fazendeiros surgiram.
Os fazendeiros, nos últimos anos do século XIX, tornaram-se empresários modernos. Donos de fazendas mecanizadas, utilizam equipamentos aperfeiçoados, como ventiladores, despolpadores e separadores de grãos. Com isso, geram muitos empregos, pelas várias tarefas especializadas que aumentam a divisão do trabalho e a produtividade.
Hoje, os fazendeiros ocupam um lugar de destaque, em qualquer país do mundo, onde a agricultura faz parte do primeiro setor da economia, como gerador de recursos para as nações. Tornaram-se importantes geradores de divisas nacionais, pois fornecerem alimentos para o mercado interno e também exportam muito. Além disso, colaboram para o avanço das pesquisas tecnológicas.
Quando surge uma nova doença na pecuária, ou uma praga desconhecida é detectada na agricultura, os pesquisadores das grandes indústrias químicas e os órgãos do governo entram em ação, fazendo novas descobertas. Enquanto isso, a indústria tecnológica de maquinários para o manejo da terra, se mantém em constante modernização para que haja maior colheita. Esses processos geram empregos, criam indústrias e avançam o conhecimento científico.
Os fazendeiros nesse terceiro milênio são os guardiões das reservas ecológicas do planeta, e os fornecedores de alimentos de toda a população do planeta. Mas estão conscientes que só as fazendas auto-sustentadas é que deverão existir.

DIA DA LUTA NACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS

O Dia Nacional de Luta das Pessoas Deficientes foi instituído pelo movimento social em Encontro Nacional, em 1982, com todas as entidades nacionais. Foi escolhido o dia 21 de setembro pela proximidade com a primavera e o dia da árvore numa representação do nascimento de nossas reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições.
Esta data é comemorada e lembrada todos os anos desde então em todos os estados; serve de momento para refletir e buscar novos caminhos em nossas lutas, e também como forma de divulgar nossas lutas por inclusão social.

DIA DA ÁRVORE

No Brasil, o dia da árvore é comemorado em 21 de setembro, às vésperas da entrada da primavera.
A árvore é o símbolo maior da natureza. Plantar, cuidar, proteger e defender as árvores significa valorizar todo o verde que ainda existe no planeta. A defesa de florestas como a da Amazônia, por exemplo, está se tornando uma questão de sobrevivência para nossa espécie, devido aos inúmeros problemas ambientais que nós mesmos criamos na Terra.
Além de sua própria beleza, as árvores têm funções importantes para o meio ambiente. Elas refrescam o ambiente, dão sombra, são barreiras contra o vento, ajudam a manter a umidade do ar, diminuem a poluição, mantêm o solo firme e servem de abrigo para pássaros e outros animais.
Além disso, para o ser humano, as árvores oferecem a madeira, o carvão, os frutos, as flores e as matérias-primas para a fabricação de papel, remédios e uma infinidade de produtos. Por isso, ao derrubá-las, devemos ter em mente a necessidade de replantá-las. O reflorestamento, felizmente, tem se tornado mais comum.
Há árvores que podem durar centenas de anos ou mais de um milênio. É o caso da sequóia, uma arvore típica da América do Norte que, além da vida longa, também pode atingir os 100 metros de altura. Mas uma das árvores características da mata Atlântica brasileira, o jequitibá, também pode atingir os 60 metros: a altura de um edifício de 20 andares. Jequitibá, em tupi, quer dizer, por sinal, "gigante da floresta".
No Brasil, cada região escolheu uma árvore típica como seu símbolo. A região Norte, a castanheira; a região Nordeste, a carnaúba; a Centro-oeste, o ipê-amarelo, a Sudeste, o pau-brasil e a região Sul, o pinheiro-do-paraná. Nunca é demais lembrar, também, que o pau-brasil deu o nome ao nosso país.
Na semana da árvore você pode contribuir com o meio ambiente plantando ou adotando uma árvore. A natureza (da qual também fazemos parte) agradece.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

BOLA CHEIA JOÃO GABRIEL SERÁ HOMENAGEADO NO PRÓXIMO SÁBADO

A família de João Gabriel, eleito Bola Cheia do Fantástico do mês de agosto, homenageará o pequeno craque no próximo sábado, dia 24 de setembro. Seus pais Fernando e Iramárcia estão muitos felizes, por conta da conquista do filho e irão proporcionar uma feijoada, churrasco, refrigerante, cerveja gelada e claro, muito pagode para os convidados.
HOMENAGENS
Fernando, homenageará várias pessoas que ajudaram direta e indiretamente para que João Gabriel conquistasse o feito, que é privilégio para poucos em todo o país. Evidente que o principal homenageado é o Bola Cheia, parabéns João Gabriel!

DIA DO GAÚCHO

Nesta terça-feira (20), comemora-se o Dia do Gaúcho, data que simboliza o início da Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos. A denominação “gaúcho” vai além de população do Rio Grande do Sul e abrange também pessoas ligadas à atividade pecuária na região do Vale do Rio da Prata.
Um sujeito de bota, bombacha, lenço e chapéu, tomando chimarrão enquanto assa um bom churrasco! É essa imagem que logo vem a cabeça quando se fala desse povo, além do sotaque típico acompanhado por expressões como: Tche, trilegal, mas bah, entre outras.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

DIA DO TEATRO

Do ponto de vista histórico e com os elementos que conhecemos na atualidade, poderíamos dizer que o teatro nasceu na Antiga Grécia, embora pesquisas recentes venham demonstrar que muito antes, os egípcios, os indianos e os chineses já o praticavam. Não se pode negar que a cultura oriental é muito consistente, mas, embora o Oriente praticasse teatro antes dos gregos, essa prática acontecia primitivamente em forma de rituais religiosos.
Percebe-se, porém, que a Grécia Antiga herdou esses rituais. Entretanto, não podemos negar que foi justamente nesse país que esses primitivos rituais, foram, ao longo dos anos, se transformando, tomando novas formas como festividades e atividades culturais, até determinar os cultos teatrais como forma de representação e arte, a qual conhecemos hoje.
Quanto ao termo, Magaldi (1986) enfoca que: “a etimologia grega de teatro dá ao vocábulo o sentido de miradouro, lugar de onde se vê”, entendendo-se desta maneira, que o sentido primitivo da palavra teatro estava relacionado estritamente com a idéia de visão.
O teatro originou-se basicamente de três festividades: a) dos mistérios de Delos; b) da louvação às divindades Quintelanas - Elêusis, Demótes e Proserpina; e c) do culto a Dionísio. Sendo que esta última é a mais provável, segundo estudos históricos e antropológicos já realizados. Sabe-se que uma vez por ano, justamente por ocasião das vindimas, prestavam-se homenagem ao deus Dionísio; deus da uva e do vinho, da embriaguez e da fertilidade. Geralmente, nesses cultos sacrificava-se um animal, mais precisamente um bode, que por sua vez, significa tragos em grego, de onde surge etimologicamente a palavra Tragédia. Comumente ao som da música de flautas, as bacantes dançavam em honra ao deus Dionísio, juntando-se aos sátiros, também dançarinos que imitavam bodes, que, para a cultura grega da época, significavam os companheiros do deus. Depois de algumas horas, já embriagados, entregavam-se com entusiasmo a esse frenesi, esse culto, a esse verdadeiro espetáculo. Nessas condições, o teatro tem notadamente origem religiosa e campestre.
Com o passar do tempo, o próximo passo foi a organização de procissões que se tornaram muito mais religiosas do que profanas. Essas procissões tinham caráter comum, onde todos os celebrantes se juntavam tendo à frente jovens que cantavam um hino improvisado, chamado ditirambo. Para Boal (1983), “teatro era o povo cantando livremente ao ar livre: o povo era o criador e o destinatário do espetáculo teatral, que se podia então chamar “canto ditirâmbico”, e assim giravam em torno do altar do deus, agradecendo pela colheita da uva, e pelo sexo que significava a fertilidade da vida. E foi exatamente desse coro, do contraste entre o espírito Dionisíaco e Apolíneo, que nasceram a Tragédia e a Comédia.
Em seguida o coro separou-se do recitador, nesse momento crucial da história do teatro havia nascido o primeiro ator. Contudo, na procissão já se podia constatar três artes: o canto, a dança e a atuação. Nesse caso, à frente vinha o Corifeu - de onde surge a palavra Coro - vestido com pele de bode, e todo o resto do grupo respondia ao ditirambo, atuando como um verdadeiro balé litúrgico, numa fusão do trágico e do cômico.
E assim constituiu-se a Tragédia: o ator e o coro se respondem cantando, em seguida, o ator fala e o coro canta, e posteriormente o ator dialoga com o Corifeu, representante do coro. Vale salientar que nesse momento embrionário da Tragédia não havia atos nem intervalos, sendo a mesma composta de partes dialogadas e partes faladas.
Poderíamos fazer aqui uma relação com o Círio de Nazaré, quando todos os anos, numa determinada época, o povo se reúne para louvar a sua Santa (deusa) Virgem de Nazaré, neste caso, com características próprias de uma cultura contemporânea de início do século XXI. É interessante saber que apesar da distância cronológica, momentos semelhantes existem entre essas duas manifestações religiosas, como por exemplo: o vigário tomando o lugar do Corifeu, quando diz uma estrofe de uma oração, e o povo respondendo conseqüentemente, representando o coro.
Os três grandes trágicos gregos foram: Ésquilo, Sófocles e Eurípedes. Théspis foi o criador do teatro ambulante, o qual conhecemos hoje como teatro mambembe, mas infelizmente todos os seus textos se perderam. Também foi ele quem inventou as máscaras. Representava seus papéis trágicos inicialmente pintando o rosto com matéria-prima da época, depois cobrindo o rosto com folhas de árvores, em seguida introduziu o uso de verdadeiras máscaras.
Chegou um momento em que o Estado tomou para si a organização do teatro na Antiga Grécia, onde instituiu concursos entre os poetas dramáticos - mais conhecidos atualmente como dramaturgos - contudo, este intento objetivava não somente divertir a população, mas por outro lado, servia também como um meio de propaganda política e ideológica, visto que na época “os tiranos empregam a arte não só como meio de adquirir glória y como instrumento de propaganda, mas também como ópio para aturdir seus súditos”, Hauser (1968). Em conseqüência, o povo imediatamente acolheu essa forma artística, que se tornou milenar no momento atual da história do homem.
Romualdo Rodrigues Palhano

DIA DO COMPRADOR

Hoje, 19 de setembro, comemora-se o Dia do Comprador.
O comprador, ou consumidor, é aquele que usa seu dinheiro para adquirir algum produto. Por isso, deve ser uma pessoa exigente e que saiba de seus direitos como tal. Para cuidar deles, os consumidores contam com uma vasta legislação que o protege. Além disso, um órgão chamado Serviço de Proteção ao Consumidor - Procom - foi criado para orientar e defender o consumidor. Uma das orientações do Procom é exigir a nota fiscal, que é a prova de que o consumidor comprou um produto e que pode ser trocado, caso este venha danificado.
Existem também pessoas que compram por compulsão. São pessoas que compram o que não precisam e se prejudicam financeiramente por isso. Neste caso, é necessário procurar um tratamento psicológico para encontrar as raízes do problema, que podem ser emocionais.
Fonte: UFGNet

domingo, 18 de setembro de 2011

RACHA DA AMIZADE (WHITES VENCEM FÁCIL WINES)


Dudé, fez o primeiro gol.

A equipe de colete Branco venceu o time de colete Vinho por 2 x 0 neste sábado, pelo Racha da Amizade, que acontece no campo da Associação Esportiva Tiradentes.
Na primeira etapa com uma atuação brilhante do meia Dudé, os Whites dominaram e fizeram 1 x 0, numa jogada pela direita em que Dudé, driblou dois adversários e bateu rasteiro, sem chances para o goleiro Valteci.
Rosalvo, fez uma partida impecável.
No segundo tempo, o grande destaque foi o volante e cantor Rosalvo, que com um condicionamento físico excelente construia todas as jogadas, sempre "roubando" com facilidade e puxando o contra-ataque para equipe Branca, que fez 2 x 0 com o meia Jean.

O PLACAR PODERIA SER MAIOR
Se não fosse as inúmeras oportunidades perdidas pelos atacantes dos Whites, principalmente por Marquinhos, que não estava em uma tarde inspirada, o placar poderia ter sido de maior.

RETORNO DE PAULÃO
Para alegria do Racha da Amizade, ontem o zagueiro Paulão retornou ao racha, depois de um bom tempo ausente. Paulão esteve muito bem enquanto teve em campo, dando tranquilidade à zaga dos Whites. Infelizmente, ele teve que sair, os calos da nova chuteira, fez com que o atleta fosse substituído.

FICHA TÉCNICA
WHITES 2 X 0 WINES
WHITES: Márcio, Rafael Ronda, Gleidson, Neto, Brasileiro, Rosalvo, Dudé (Jean), Irapuan (Lucas), Prego (João), Igor (Paulão /Igor) e Marquinhos.
Gols: Dudé e Jean.
WINES: Valtecir, Rafael, Prego, Tarcísio (Diego/Kadim), Beto, Alexandre, Bibi, Fernando, Felipe, Brandão), Wellington, Paulinho (Alberto) e Kadim (Felipe/Paulinho).
Cartão Amarelo: Neto, Bibi


sábado, 17 de setembro de 2011

TORCIDA VAI A LOUCURA COM OS GOLS DO FORTALEZA

Confira os gols do Fortaleza na goleada sobre o CRB, que garantiu a permanência do Tricolor do Pici na série C, com narração de Irapuan Moreira:

FORTALEZA GOLEIA O CRB E GARANTE PERMANÊNCIA NA SÉRIE C

Vavá, fez 2 e ajudou o Tricolor a permanecer na C
Com grande tradição no futebol brasileiro e uma das mais apaixonadas torcidas do país, o Fortaleza conseguiu evitar o desastre do rebaixamento para a Série D do Campeonato Brasileiro ao golear o CRB por 4 a 0 e se garantiu na Terceirona de 2012 de uma maneira emocionante.
Muito pressionado, a equipe cearense dividia a atenção entre o jogo em Fortaleza e a partida entre Campinense e Guarany de Sobral, porque o time paraibano era adversário direto na briga contra o rebaixamento.
Empurrado pela torcida, o Fortaleza pressionou durante a primeira etapa, mas não conseguiu balançar as redes, o que aumentou a angústia. Na segunda etapa veio o alívio momentâneo: Vavá fez o gol que livrava o Leão da degola. E a euforia aumentou quando ele mesmo ampliou.
Quando a permanência parecia garantida, o desespero. Aos 46 minutos do segundo tempo, o Campinense fez o gol da vitória sobre o Guarany e assim rebaixaria o Fortaleza.
Para ficar não cair, o Tricolor do Pici precisava de mais dois gols em 20 minutos e foi o que aconteceu. Gustavo Papo, aos 38, e Marcos Goiano, aos 43, fizeram os dois gols que garantiram a permanência do Fortaleza na Série C para delírio da imensa torcida cearense.
Agora é hora de reformular e abrir o olho para que no próximo ano, um time com tanta tradição como o Fortaleza, não fique em uma situação tão dramática como essa.

GUARANY PERDE, MAS TAMBÉM PERMANECE NA SÉRIE C
Jogando em busca da classificação, mas também podendo ser rebaixado, o Guarany de Sobral perdeu para o Campinense por 1 a 0, neste sábado (17), no estádio Amigão, na Paraíba. O time cearense perdeu várias chances de gol e viu o rival abrir o placar aos 45 do segundo tempo.
Apesar da vitória, o Campinense foi rebaixado pois o Fortaleza venceu o jogo contra o CRB/AL por 4 a 0. Já o Guarany permanece na série C.

DIA DA COMPREENSÃO MUNDIAL

Hoje, 17 de setembro, comemora-se o Dia da Compreensão Mundial.
A compreensão como um instrumento para o entendimento é uma atitude plural, mútua, que tem sua origem, no entanto, na compreensão que temos de nós mesmos.
Só no respeito às diferenças é que podemos construir comportamentos, estabelecer planos e mudar atitudes – as nossas e as dos outros.
Compreender o outro não é sinônimo de nos anularmos.
Divergir é um direito de cada um, seja na relação entre pai e filho, entre jovem e adulto, homem e mulher, ou nas relações entre empregado e empregador, administrador e servidor.
Os homens não têm pensamentos idênticos, assim como tampouco têm feições idênticas...
A crença de uma pessoa é influenciada por diversos fatores – temperamento, hereditariedade, contexto, experiência – e os líderes devem balancear seu julgamento com paciência e indulgência.
Atitudes agressivas, que não precisam ser necessariamente físicas, acontecem, infelizmente, nas relações humanas – e em nada contribuem para o bem-estar de quem as pratica, com prejuízos, às vezes fatais, para o próprio grupo.
Há que se entender a importância de cada atitude pessoal como um fator que facilite a harmonia e a construção de um grupo.
Gandhi, exemplo de liderança pacifista, conquistou a todos por seu exemplo e por sua coerência entre ação e discurso.
Sobre os pontos fundamentais para se conseguir a paz, assim ele se expressou:
“De que vale a fé se não for convertida em ação”?
“A liberdade individual e a interdependência são essenciais para a vida em sociedade”.
“A não-cooperação com o mal é um dever tão importante quanto a cooperação com o bem”.
“A não-violência nunca deve ser usada como um escudo para a covardia. Ela é uma arma para os bravos”.
Fonte: Brasil Rotário

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

II FEIRA DO LIVRO INFANTIL

A II Feira do Livro Infantil de Fortaleza começou na quarta-feira (14/09) e vai até 17 de setembro de 2011 (sábado), na Praça do Ferreira, principal centro de movimentação popular na capital cearense. Fortalecer o mercado editorial brasileiro e fomentar o Livro, a Leitura e a Literatura são os principais objetivos desta feira.
A novidade para este ano é o Visita Cultural Coelce, projeto destinado a crianças de escolas públicas. As escolas agendadas recebem um ônibus para ida e vinda à feira, lanche e 1 Vale leitura para cada criança trocar por um livro de sua escolha em qualquer estande.
O público estimado é de 60.000 pessoas prestigiando a programação do evento e garantindo bons negócios na compra de livros. Nesta feira os descontos especiais vão até 30% no comércio dos livros, conforme política pré-estabelecida pela organização do evento.
A ideia é um evento mais popular e com preços mais acessíveis à população em geral.
A programação cultural que acontecerá constantemente durante todo o dia, é um diferencial e atrativo aos fortalezenses e visitantes. Programa Leituras Favoritas, Leituras Engraçadas, encontro com autores, workshops e shows para toda a família, uma programação planejada com muito respeito aos visitantes deste evento literário.

O HJ NOTÍCIAS esteve nesta quinta-feira (15 de setembro) na Feira. Confira alguns momentos:
 
Escritora Rosana Mont'alverne contando história:

Rosana Mont'alverne conversa com o HJ Notícias:

Verônica Silva:

Um pouco da feira:

Camile, da Dedo de Moças Editora: 

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

DIA DO CLIENTE

Hoje, 15 de setembro, comemora-se o Dia do Cliente.
Nos novos tempos que vivemos, o comércio teve que atualizar suas formas de abordagem e a relação empresário/cliente precisou de uma visão mais altruísta. O diferencial está nisso agora, onde prevalece antes de tudo a amizade conquistada, e dela, a confiança. Não existe estratégia de marketing melhor que essa! Foram-se os tempos do vendedor carrancudo, ou pelo menos isso vem mudando...
O vendedor sabe, ou deve ser ensinado, que ao entrar em um estabelecimento, uma loja, um supermercado, uma agência, enfim, o cliente tem ser tratado como uma celebridade, não importando seu status, ou a roupa que veste. E há muitos exemplos de gafes no comércio por causa do conceito “a primeira impressão é a que fica”. Isso vale para ambos os lados.
O cliente é a razão, o pilar principal da existência de uma empresa, porque é ele quem paga o salário do funcionários dessa mesma empresa. Enxerga-se finalmente que a sedução vem da honestidade do tratamento, da leveza dessa troca de energia, em que um quer aplicar seu dinheiro em um produto que valha a pena, enquanto o outro deve se colocar na posição do primeiro.
A frase "o cliente sempre tem razão" está ultrapassada, ele "será sempre bem atendido".
O HJ NOTÍCIAS parabeniza a todos os clientes!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

ARGENTINA VENCE BRASIL NA FESTA PARA O NOVO PV

Nesta quarta-feira (14 de setembro) Argentina venceu Brasil por 5 x 4, numa festa para comemorar os 70 anos do Estádio Presidente Vargas. Os gols do Brasil foram assinalados por Paulo Sérgio (2), Viola e Edilson. A vitória da Argentina foi assegurada com gols de Pereira (2), Mariano Migrini, Nicolas Wolff e Santiago.
A Prefeitura de Fortaleza está de parabéns, pois está entregando ao povo um estádio todo reformado com modernas estruturas e muito conforto. Por conta da festa para o Novo PV, as pessoas receberam água mineral, antes do jogo puderam rever vários atletas, nos telões, que fizeram muito sucesso no estádio. Falaram aos torcededores: Edmar, Celso Gavião, Mirandinha, Serginho e muitos outros.
BRASIL E ARGENTINA EMPATAM EM OUTROS CONFRONTOS
Em outros jogos Brasil e Argentina empataram. Pela Copa América de Futsal, Brasil 2 x 2 Argentina e pelo desafio do Superclássico das Américas, as duas Seleções empataram sem gols.

Confira vários momentos da festa:

Prefeita Luizianne Lins conversa com o HJ NOTÍCIAS:

Dr. Martonio Montalverne, Procurador Geral de Fortaleza:


Garotinho Pedro, filho do vereador Guilherme Sampaio:

Jornalista Ramon Paixão:

Airton Fontenele, arrisca o placar:

Entrada em campo das Seleções:

Gol de Viola, para o Brasil:

Primeiro gol da Argentina:

Prof. Evaldo, Secretário de Esportes de Fortaleza:

Lua linda, estádio lindo, mas gol argentino:

DIA DO FREVO

Hoje, 14 de setembro, comemora-se o Dia do Frevo.
O frevo é um ritmo musical e uma dança brasileiros com origens no estado de Pernambuco, misturando marcha, maxixe e elementos da capoeira.

Ritmo
Surgido na cidade do Recife no fim do século XIX, o frevo caracteriza-se pelo ritmo extremamente acelerado. Muito executado durante o carnaval, eram comuns conflitos entre blocos de frevo, em que saíam à frente dos seus blocos para intimidar blocos rivais e proteger seu estandarte.
 Pode-se afirmar que o frevo é uma criação de compositores de música ligeira, feita para o carnaval. Os músicos pensavam em dar ao povo mais animação nos folguedos. No decorrer do tempo, a música ganhou características próprias.

DançaDa junção da capoeira com o ritmo do frevo nasceu o passo, a dança do frevo.
Até as sombrinhas coloridas seriam uma estilização das utilizadas inicialmente como armas de defesa dos passistas que remetem diretamente a luta, resistência e camuflagem, herdada da capoeira e dos capoeiristas, que faziam uso de porretes ou cabos de velhos guarda-chuvas como arma contra grupos rivais. Foi da necessidade de imposição e do nacionalismo exacerbado no período das revoluções Pernambucanas que foi dada a representação da vontade de independência e da luta na dança do frevo.
A dança do frevo pode ser de duas formas: quando a multidão dança, ou quando passistas realizam os passos mais difíceis, de forma acrobática. O frevo possui mais de 120 passos catalogados.

Origem da palavra
A palavra frevo vem de ferver, por corruptela, frever, que passou a designar: efervescência, agitação, confusão, rebuliço; apertão nas reuniões de grande massa popular no seu vai-e-vem em direções opostas, como o Carnaval, de acordo com o Vocabulário Pernambucano, de Pereira da Costa.
Divulgando o que a boca anônima do povo já espalhava, o Jornal Pequeno, vespertino do Recife que mantinha uma detalhada seção carnavalesca da época, assinada pelo jornalista "Oswaldo Oliveira", na edição de 9 de fevereiro de 1907, fez a primeira referência ao ritmo, na reportagem sobre o ensaio do clube Empalhadores do Feitosa, do bairro do Hipódromo, que apresentava, entre outras músicas, uma denominada O frevo. E, em reconhecimento à importância do ritmo e a sua data de origem, em 9 de fevereiro de 2007, a Prefeitura do Recife comemorou os cem anos do Frevo durante o carnaval.

Instrumento e letra
De instrumental, o gênero ganhou letra no frevo-canção e saiu do âmbito pernambucano para tomar o resto do Brasil. Basta dizer que O teu cabelo não nega, de 1932, considerada a composição que fixou o estilo da marchinha carnavalesca carioca, é uma adaptação do compositor Lamartine Babo do frevo Mulata, dos pernambucanos Irmãos Valença.
 A primeira gravação com o nome do gênero foi o Frevo Pernambucano (Luperce Miranda/Oswaldo Santiago) lançada por Francisco Alves no final de 1930. Um ano depois, Vamo se Acabá, de Nelson Ferreira pela Orquestra Guanabara recebia a classificação de frevo.
Dois anos antes, ainda com o codinome de "marcha nortista", saía do forno o pioneiro Não Puxa Maroca (Nelson Ferreira) pela orquestra Victor Brasileira comandada por Pixinguinha.
Ases da era de ouro do rádio como Almirante (numa adaptação do clássico Vassourinhas), Mário Reis (É de Amargar, de Capiba), Carlos Galhardo (Morena da Sapucaia, O Teu Lencinho, Vamos Cair no Frevo), Linda Batista (Criado com Vó), Nelson Gonçalves (Quando é Noite de Lua), Cyro Monteiro (Linda Flor da Madrugada), Dircinha Batista (Não é Vantagem), Gilberto Alves (Não Sou Eu Que Caio Lá, Não Faltava Mais Nada, Feitiço), Carmélia Alves (É de Maroca) incorporaram frevos a seus repertórios.
 Em 1950, inspirados na energia do frevo pernambucano, a bordo de uma pequena fubica, dedilhando um cepo de madeira eletrificado, os músicos Dodô & Osmar fincavam as bases do trio elétrico baiano que se tornaria conhecido em todo o país a partir de 1969, quando Caetano Veloso documentou o fenômeno em seu Atrás do Trio Elétrico.

O frevo no carnaval
Em 1957, o frevo Evocação nº 1, de Nelson Ferreira, gravado pelo bloco Batutas de São José (o chamado frevo de bloco) invadiria o carnaval carioca derrotando a marchinha e o samba. O lançamento era da gravadora local, Mocambo, que se destacaria no registro de inúmeros frevos e em especial a obra de seus dois maiores compositores, Nelson (Heráclito Alves) Ferreira (1902-1976) e Capiba. Além de prosseguir até o número 7 da série Evocação, Nelson Ferreira teve êxitos como o frevo Veneza Brasileira, gravado pela sambista Aracy de Almeida e outros como No Passo, Carnaval da Vitória, Dedé, O Dia Vem Raiando, Borboleta Não É Ave, Frevo da Saudade. A exemplo de Nelson, Capiba também teve sucessos em outros estilos como a clássica valsa canção Maria Bethânia gravada por Nelson Gonçalves em 1943, que inspiraria o nome da cantora. Depois do referido É de Amargar, de 1934, primeiro lugar no concurso do Diario de Pernambuco, Capiba emplacou Manda Embora Essa Tristeza (Aracy de Almeida, 1936), e vários outros frevos que seriam regravados pelas gerações seguintes como De Chapéu de Sol Aberto, Tenho uma Coisa pra lhe Dizer, Quem Vai pro Farol é o Bonde de Olinda, Linda Flor da Madrugada, A pisada é essa, Gosto de Te Ver Cantando.
Cantores como Claudionor Germano e Expedito Baracho se transformariam em especialistas no ramo. Um dos principais autores do samba-canção de fossa, Antônio Maria (Araújo de Morais, 1921-1964) não negou suas origens pernambucanas na série de frevos (do número 1 ao 3) que dedicou ao Recife natal. O gênero esfuziante sensibilizou mesmo a intimista bossa nova. De Tom Jobim e Vinicius de Moraes (Frevo) a Marcos e Paulo Sérgio Valle (Pelas Ruas do Recife) e Edu Lobo (No Cordão da Saideira) todos investiram no (com)passo acelerado que também contagiou Gilberto Gil a munir de guitarras seu Frevo Rasgado em plena erupção tropicalista.
A baiana Gal Costa misturou frevo, dobrado e tintura funk (do arranjador Lincoln Olivetti) num de seus maiores sucessos, Festa do Interior (Moraes Moreira/Abel Silva) e a safra nordestina posterior não deixou a sombrinha cair. O pernambucano Carlos Fernando, autor do explosivo Banho de Cheiro, sucesso da paraibana Elba Ramalho, organizou uma série de discos intitulada Asas da América a partir do começo dos 1980.

O levante de Vassourinhas
Quando as primeiras notas de Vassourinhas são executadas no carnaval pernambucano, a multidão ergue os braços e grita junto e dança freneticamente.

A importância do Galo da Madrugada na preservação do frevo
O Galo da Madrugada é um bloco carnavalesco que preserva as tradições locais. Eles tocam ritmos pernambucanos e desfilam sem cordões de isolamento. O desfile do galo da madrugada é um dos momentos para se ouvir e se dançar frevo no carnaval.

Os novos intérpretes do Frevo de Pernambuco
No Galo da Madrugada os foliões também têm a oportunidade de conhecer novos intérpretes de Frevo de Pernambuco como: SpokFrevo Orquestra, Alceu Valença, Claudionor Germano, Gustavo Travassos, Almir Rouche, Nena Queiroga, André Rio, entre muitos outros que fazem a voz do frevo contemporâneo acontecer nas Ruas do Recife.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

RACHA DA AMIZADE (WINES VENCEM WHITES POR 5 X 3)

O racha foi bem disputado durante os dois tempos, mas, apesar de abrirem uma vantagem de 3 x 1 até os 30 minutos do segundo tempo, os Brancos cansaram e deixaram a vitória escapar, já que os Vinhos, com o meio de campo mais jovem, viraram e o placar final foi de 5 x 3. Destaque para o  primor do segundo gol do Jean.
FICHA TÉCNICA
WINES 5 X 3 WHITES
WINES: Valtecir, Tarcísio,  Souza,  Neto, Matheus, Rosalvo, Fernando, Felipe, Jean, Anchieta e Bibi.
Gols: Jean (2), Bibi (2), Souza (1)
Cartão Amarelo: Neto
WHITES: Romário, Rafael, (Marcelo/Prego/Gleidson), Beto, Alexandre (Wellington), Yvanzinho, Dudé (Dodô), Lucas, Kadim, Brandão e Marquinhos.
Gols: Marquinhos (1), Lucas (1), Yvanzinho

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

ESCOLAS DO HENRIQUE JORGE REALIZAM DESFILE

As escolas do bairro Henrique Jorge realizaram um lindo desfile, por conta das comemorações da Independência do Brasil.
O desfile aconteceu na manhã do último domingo (11 de setembro). As escolas que participaram foram Aprofs, Brasileirinho, Luna Rangel, Pingo de Ouro, Fernão Dias, Anita Mota, Arco-Íris, Bom Viver e Creche Mar e San.
O HJ NOTÍCIAS parabenizam as escolas que se organizaram e propuseram uma linda festa para as pessoas que compareceram e vibraram com a passagem das escolas.
O desfile contou com o apoio do vereador João Batista.

Confira alguns momentos do desfile:

1º DIA DE AULA DO IAN, NO INFANTIL 5 (C7S)